17 de novembro de 2014

Pela minha saúde

Eu juro que tomo banho de quinze em quinze dias, que ponho desodorizante dia sim dia não e que lavo a roupa mensalmente. Mas agora a sério, eu até que nem cheiro mal e não tenho tipo a pele a cair nem nada que o valha, mas as pessoas, aquelas que não ligam aos lugares marcados ou quando não os há, nunca escolhem sentar-se à minha beira nos transportes públicos.

8 comentários:

Silent Man disse...

Normalmente, se puder, evito sentar-me AO LADO da pessoa, mesmo com lugar marcado. Cinemas e assim... Mas se não tiver escolha, costumo optar por pessoas mais ou menos da minha idad e de preferência bem parecidas ou bem arranjadas!

Eu cá não sou de intrigas, mas se forem todos como eu...

Panda disse...

AHAHAHAHAHAH espertalhão! :P Será que é o furúnculo que tenho no nariz? Opá, não sei...

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Bem, por acaso é uma forma dos outros não se chegaram perto... portanto respeitam o nosso espaço, é ecológico e económico!

Panda és um génio...

Panda disse...

Olha que, às tantas, é capaz de ser proveitoso...

Linda Porca disse...

É porque andas cheirosa.
O povo gosta mesmo é de chafurdar nas pocilgas.
(logo eu, a dizer uma coisa destas)

Panda disse...

Assim pensa uma Porca, ahahahah

Tulipa Negra disse...

Ahahah, muito bom.

Panda disse...

GostasteS? Ahahah