25 de dezembro de 2014

Eu sei que isto é pirosinho

Mas passo a explicar. Eu e o moçoilo temos dois nomes que se destacam de todos os outros, daqueles nomes que os casais foleiros adoptam para se designar. Eu sou a Panda e ele é o Pinguim. Não sei porquê, mas foi assim que ficou. Tudo para dizer que encontrei o nosso bolo de casamento:


4 comentários:

JS disse...

Já tive disso, mas era tão foleiro que nem me atrevo a dizer. eheheh

A desprorção entre um panda e um pinguim explica a baixa taxa de natalidade, que parece estar na origem do risco de extição dos pandas. Lá está, um caso em que o tamanho importa... :-) :-) :-)

Panda disse...

Ahahahahahah teorias!

Roger disse...

Também já tive uma ex que me chamava pinguim. Mas não foi por isso que virou ex :P

Panda disse...

Também seria extremoso :P