24 de janeiro de 2015

De vez em quando perco a minha tartaruga

É isso mesmo. Ela gosta dos sítios mais recônditos da casa. Onde houver escuridão, pimbas, é para aí que Sr. Dona Forrest gosta de viajar. O bicho deve pesar 1kg, está grande comó raio, mas ainda assim dava jeito um balãozinho para saber sempre onde é que a catraia se enfiou. E vocês não estão bem a ver, a minha tartaruga abre portas. Ela tem tanta força nas patas, que se a porta estiver encostada ela consegue ficar ali a fazer força até, finalmente, soltar a parede e lá vai ela. E desengane-se quem pensar que todas as tartarugas são lentas, porque esta aqui desaparece-me do alcance num piscar de olhos. Basta desviar o olhar durante 30 segundos e, se lhe apetecer caminhar, deixo de saber onde é que ela pára. Hoje percorreu a casa (não há cá escadas, atenção) e veio dar ao meu quarto. Comecei a ver a minha porta a abrir e borrei-me um bocadinho, mas depois "ufa, que é só a minha tartaruga a entrar-me pelo quarto adentro". Deixei-a andar à vontade, que ela não se perde. Pois. Tá mal. Perdi-a eu. Não a encontrava em lado nenhum e eis que olho para a minha cama, que por acaso tem uma cama gaveta por baixo, e pensei "naaa". Mas sim. Depois de muito procurar, cheguei à conclusão de que teria que arrastar o raio da cama e rezar ao mesmo tempo, para o caso de haver hipótese de esmagamento. Lá estava ela, mesmo no meio. Descansada da vida.


Forrest quando era bebé (agora parece um bisonte)

8 comentários:

ernesto disse...

Ahahah, nunca pensei que uma tartaruga fizesse excursões dessas xD

Panda disse...

Olha, nem eu! E os meus pais que não me deixam ter um cão ou um gato... BUUUUURN! Ahahahah

Ana das Pontas disse...

Looooool Olha, bota-lhe um guizinho ao pescoço. Com os gatos resulta! :D

Panda disse...

O problema é que se ela não se mexer fico na mesma :P

Ana das Pontas disse...

Pois... Bem visto! xD

Panda disse...

Há vidas difíceis... Mas a minha...

Mg disse...

Parece um bisonte ou uma tartaruga...?

Panda disse...

Eis a questão.