27 de janeiro de 2015

Isto podia ser eu e o meu homem


14 comentários:

Pseudo disse...

Bem, aqui em casa é mais ao contrário. Ele é muito mais arrumado e organizado do que eu :)

Panda disse...

Eu admito, sou uma clean freak, tidy freak, tudo isso. Gosto de ter tudo organizadinho e arrumadinho. A questão é que dura sempre pouco, pouquíssimo, aliás. Eu passo duas horas a arrumar e ele precisa nem de dois minutos para me pôr tudo num caos. Vida difícil...

Pseudo disse...

Como eu o percebo! É que desarrumar é muito mais divertido que arrumar :)

Panda disse...

O que não é divertido é depois ter que me desviar da desarrumação para caminhar :P

maria umbelina disse...

Não tenho problemas desses, eu arrumo as minhas gavetas e ninguém lhes mexe! :p

Panda disse...

Quando estamos os dois, mexemos os dois em tudo. Tem que se usar tudo. Fico sem o meu cantinho de arrumação. Quando isso acontece, quando não tenho uma gavetinha que posso abrir e snifar arrumação, sad Panda is sad...

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Onde é que eu já vi isto?!?!?!
:))))))))

Panda disse...

Onde, onde? :P

Clementine disse...

Hehe às vezes...;) *

Panda disse...

Aqui é sempre :P

O lado B da blogger feliz disse...

Se fosse o meu, olharia para a gaveta e como a caneta não estava ao de cimo, juraria a pés juntos que não estava lá caneta nenhuma. É que, se há coisa que lhe custa a compreender é que nas gavetas e nos armários em geral, nem sempre as coisas estão imediatamente à vista. Depois, qual mágico, eu sacaria a caneta lá de dentro e ele faria uma cara absolutamente surpreendida. É seeeempre assim. Com tudo!

Panda disse...

Mas podes crer que aqui também acontece, ocasionalmente. Homens!

O lado B da blogger feliz disse...

Ou, lápis, no caso!

Homens, mesmo! Até há livros acerca do tema, certa vez li um que, a certa altura, referia que os homens nunca encontram a manteiga no frigorífico. Tal-e-qual o meu.

Panda disse...

O meu nunca encontra o que está na porta, só liga ao que está nas prateleiras :P