11 de fevereiro de 2015

E por acaso ontem caí

Foi uma experiência engraçada, já não caía há muito tempo. Sim, porque, apesar de eu desafiar constantemente as leis do equilíbrio e de ser uma autêntica avestruz a caminhar, é raro eu descoordenar-me ao ponto de cair. O que é de louvar. Mas ontem, a sangria falou pelos meus pés. Rodopiaram-me pelo bracinho e malhei. Mas comme il faut, atenção. Nada de cair aparatosamente, nem de deixar a marca do cóccix no chão da discoteca. Não, nada disso. Sabem aqueles desmaios típicos de filme, que acontecem às moças quando vêem um jeitosão ou coisa do género, em que esticam o lombo para trás, atiram os bracinhos ao ar e caem assim, com um suspiro, em câmara lenta? Foi mais ou menos isso. Só que não houve lombo a cair para trás. Foi tudo para o lado. Menos dramático também, porque não teve suspiro. Mas caí em câmara lenta, foi a primeira vez que me aconteceu, e foi impecável. Tive tempo para pensar qualquer coisa como "olha, estou a cair. Vou ao chão. Mas vou mesmo, e é de ladex. Que fixe, as caras dos monhés que estão comigo" e, finalmente, malhei. Sabem aquela foto do Cid, do outro dia? Foi quase essa a posição em que fiquei. E depois? Depois fiquei a rir-me e houve para aí cinco solícitos que me esticaram as mãozinhas, para me ajudar a levantar. 

Mais ou menos assim. Só que triste.

Levantei-me sozinha.

13 comentários:

O lado B da blogger feliz disse...

Ahahahahahahahahahahahahaahh

Panda disse...

Há vidas difíceis, mas a minha...

FME disse...

Loool sei que não é caso para rir mas eu adoro a forma como tu contas estas coisas xD ...espero que não tenhas ficado dorida nem coisa assim

Panda disse...

Não, estou fina :D

TimTim disse...

podia ter sido pior

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Não caio muitas vezes mas o meu instinto faz-me levantar com a mesma rapidez.

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Ahhh...na próxima vida vou ser essa actriz!
Rás parta a mulher! É mesmo bonita!

Panda disse...

O meu também, normalmente. Pois é, e tem uma pinta do caraças.

Panda disse...

Tim, pois podia, podia ter, efectivamente, partido algum membro, ou assim :P

Linda Porca disse...

A última vez que caí foi para aí há 2 anos, em plena baixa lisboeta, à "hora de ponta" (2 da tarde), com um aparato que até voei picado. Mas ó, vários cabrões a rirem-se e eu logo de pé, a avisar "Está tudo bem, isto não aconteceu".
Já vi que não te magoaste. Senão, ficava preocupada, filha :)

Panda disse...

Ahahahahah, eu acho sempre as quedas qualquer coisa de muito hilariante. Se a pessoa não se magoar, claro está. Estou fina LP, sou reles :D

*Nightwish* disse...

Da última vez que caí em câmara lenta, foi no hospital, mesmo antes de desmaiar, enquanto dizia à minha mãe "acho que vou cair...". E caí mesmo, para cima dela. Mas os dois bombeiros que estavam ao meu lado não repararam em nada. Foi preciso o porteiro, a metros de distância, vir a correr para ajudar a minha mãe, com as carteiras das duas e a filha estilo saco de batatas em cima dela xD
****

Panda disse...

Opá, ri-me, embora na altura não deva ter tido piada nenhuma :P