24 de março de 2015

Desde ontem

Durante o dia, tem sido assim,


assim


e assim


E à noite? À noite, tem sido assim

(O barulho que o vento faz, senhores, o barulho...)

11 comentários:

Maria Eu disse...

E hoje continua! Fui levar um casaco para arranjar e o saco ia sendo levado das minhas mãos!

Beijocas, Panda. :)

TimTim disse...

qual vento?

Panda disse...

Maria, eu nem consigo caminhar direita. Beijinhos :)

Tim, nem se dá por ele! :P

Maria Paciência disse...

Vento e frio, ainda não notei a chegada da Primavera

Panda disse...

Somos duas, Maria.

maria umbelina disse...

Segunda-feira estava impossível! E ontem e hoje e provavelmente amanhã :\

Panda disse...

Impossível mesmo!

Linda Porca disse...

Que vente tudo agora, a ver se, no Verão, se consegue ir à praia sem ter que:
1 - Passar o dia atrás do chapéu de sol;
2 - Levar aqueles parafusos gigantes, que dão uma trabalheira a enterrar na areia, para manterem o chapéu fixo e, em calhando, também saem a voar atarrachados a ele.

Panda disse...

Ora, isso é que é um bom pedido. Vou mesmo fazer uma dança qualquer para ver se se concretiza. (já me aconteceu a segunda hipótese)

Linda Porca disse...

Fá-la, por favor. Uma Pandinha a dançar enternece esse grande magano do Éolo (vi na wiki, tá?), com certeza.
(Já me aconteceram as duas, mas também, ando cá há mais anos)

Panda disse...

Eu faço. Claro que enternece, enternece qualquer identidade :P (a primeira só não foi assim, porque quem foi a correr atrás do chapéu foi quem estava comigo, que eu avisei que aquilo estava mal colocado)