2 de março de 2015

Shame(less?)

Tenho uma tendência recorrente para ficar com músicas más na cabeça. Hoje é esta. E não, não estou satisfeita com isso. E sim, ainda assim, apetece-me dançar isto no meio da rua, com um colar de hibiscus ao pescoço, uns óculos de sol daqueles muita parolos de lentes coloridas e um biquíni tigresse. E, logo a seguir, talvez esconder-me da humanidade por uns bons e longos anos.

13 comentários:

FME disse...

Pah, eu acho que fomos separadas à nascença, não sei porque mas devíamos investigar isso. Também fico buéee com as música na cabeça, principalmente as que não quero lá ter!

Panda disse...

Vamos dar numa de Sherlock?

FME disse...

Boraaaaaaa

Maria Varredora Pau de Vassoura disse...

Epahhh...té fiquei cansada! LOL

Silent Man disse...

Abril, Maio, Lloret del Mar! The balcony is the limit...

maria umbelina disse...

Não conhecia essa pérola! As coisas que tu nos mostras!
Eu tenho uma colega que se põe a cantar música mais pimba e às vezes no dia seguinte, em casa, acordo com essa música na cabeça. Ou então uma música de igreja.
Um tormento! :p

Panda disse...

FME, bute lá :P

Maria Varredora, agora imagina eu, ando todos os dias de rastos :P

Silent, ahahah essa frase fez-me rir mais do que eu esperava :P

maria, eu, geralmente, canto músicas de Natal o ano todo. Ahahah

Linda Porca disse...

Deixa lá, que eu continuo com coisa bem pior :P

Panda disse...

E eu vi o teu comentário e pensei "vai ser Jajão, vai ser Jajão"... :P

Linda Porca disse...

Sou tão previsível :P

Panda disse...

Ou já tinhas mencionado uma vez, ou então não sei, mas tu não és previsível :)

Linda Porca disse...

Tinha, pois :)
E tu és uma menina atenta :*

Panda disse...

Eu sabia! :D