27 de maio de 2015

Eu fiz-lhe duas perguntas e ele olhou-me de lado

- Amor, queres banana?

- (...)

- (...)

- Não...

- Então e bacalhau com natas?

- (...)

- (...)

E depois sou eu, a esquisitinha que interpreta tudo mal. Foi tudo tão inocente...

12 comentários:

Silent Man disse...

Opá, mas o moço com tanta lábia não te deu uma resposta daquelas porquê?

Havia de ser comigo...

Panda disse...

A resposta dele foi mesmo a maneira como olhou para mim. Às vezes é suficiente, que eu escangalhei-me a rir na mesma :D

Silent Man disse...

Ah pronto... Compreendo-te!

Mas eu acrescentava mesmo com duas ou três palavrinhas para te enterrar!

Panda disse...

Eu enterrei-me a mim mesma, porque juro que desta vez foi mesmo inocente :P Normalmente digo este tipo de coisas de propósito. Mas não desta vez. É triste.

Silent Man disse...

É nada... É saudável e divertido nas horas!

Logo à tarde vai sair uma história lá de casa... :)

Panda disse...

Vamos ver, vamos ver! :D

FME disse...

Loool que infantilidade! Perguntas bastante legítimas!!

Panda disse...

Ora! Fui inocente! :D

Maria Eu disse...

O que ele queria sei eu! :p

Panda disse...

Ahahahahah, espeeeeerto :P

Tim disse...

no fim podia ter dito se querias chantilly, nem a sobremesa te ofereceu... banana é ele

Panda disse...

É para veres o que eu sofro!