9 de novembro de 2015

Sinto que estou a transformar-me numa escrava da moda

Precisava de um guarda-chuva daqueles chatinhos que não dão para enfiar em lado nenhum. Sucumbi à moda e comprei um transparente. Desde que o comprei que quero que chova. Por favor, alguém que me dê a medicação certa para isto se resolver...

9 comentários:

mariaele disse...

Eu não tenho nenhum transparente. Tenho um com folhinhos e coraçoezinhos, muito fofo :)

Panda disse...

Deve ser giro! :) Mas eu, ultimamente, apanhei a panca dos transparentes e, fora o serem giros, até que dão jeito. Pelo menos para mim. Aqui em Coimbra tenho que, normalmente, levar o chapéu inclinado para a frente. Com este, não corro o risco de me esbardalhar num poste, o que é, sem dúvida, uma mais valia para uma jovem como eu (que tenho a coordenação motora de um velho de 95 anos).

mariaele disse...

Realmente para isso dá jeito! :p
Se te espetares contra um post com a coordenação de uma velha de 95 anos vais devagarinho contra o post looom

Catarina de Carabá disse...

São a melhor coisa! Quando está aquele combo de chuva+vento dá para pores a cabeça mesmo "dentro" do chapéu e consegues ver tudo à tua frente! :)

Panda disse...

Ahahahah, bem visto, maria!

Catarina, verdade. Eu quero experimentar essa funcionalidade x)

Tim disse...

Quinta chove, contente?

Panda disse...

Tim, isto é doença! Sim...

Maria Sem Limites disse...

Posso ser sincera? De momento não tenho nenhum guarda-chuva! Zerinho. O que tinha partiu-se e ainda não me dei ao trabalho de comprar um novo, se chover estou lixada

Panda disse...

Até agora não tem chovido, pelo menos para a minha zona, por isso, safas-te bem :P