19 de outubro de 2014

Utilidade

Expliquem-me, que eu não consigo perceber, aquele fenómeno que é ter daquelas unhas que são de tal modo compridas que impedem a execução de qualquer tipo de tarefa, por muito simples e rotineira que seja. Eu vejo-as pegar nos telemóveis como se aquilo fosse algo de verdadeiramente nojento, coberto por baba ou assim, nem dobram os dedos, e tocam no ecrã como se restassem 3 segundos até aquilo explodir. E como é que lavam a loiça? Tiram e voltam a pôr as unhas, é isso? E para se vestirem? Não fazem buracos na roupa? Só vejo uma utilidade para aquilo: auto-defesa. Deixo-vos apenas com a imagem de baixo. E não digam que não vão daqui. (não tentem, em circunstância alguma, pesquisar "disgusting nails" no google, estou a avisar-vos)



12 comentários:

TimTim disse...

assim tão grandes tb não :S

Panda disse...

Ainda hoje vi uma rapariga com elas assim e foi isso que me lembrou. Só que eram amarelas neon. Lindas, hein?

maria umbelina disse...

Isso é que é fashion! Panda, não sabes o que é lindo! :p

Panda disse...

Oh, sou bruta.

Biscoita disse...

É uma moda que eu também não entendo. E tarefas de casa de banho? E escrever? Como, como?

Panda disse...

Para que é que precisam de escrever? (má líiingua)

Gasper disse...

Eu não sei como é que não enfiam aquilo nos olhos ahah

Panda disse...

Também me inquieta...

Vanessa disse...

Pi-ro-si-ce! Aliás, unhas de gel no geral, nail art e quejandos = piroseira pegada.

Panda disse...

Nail art é mesmo mau.

FME disse...

Também costumo fazer essa pergunta. É que não é prático e muito menos bonito!

Panda disse...

De bonito tem mesmo zero.