2 de abril de 2016

Isto está à beira do divórcio, se calhar é melhor começar já a tratar da papelada

Tenho uma borbulha dentro do ouvido. Queixo-me de que me dói e faz muita comichão. Ele oferece-se para ver e diz-me que pode ser um bicho. Depois ri-se com o corta palha todo aberto e aquele ar de ai-que-sou-tão-engraçadinho-pá. A minha questão é: deixo-o e aguardo por um momento no qual a vingança seja meeesmo merecida ou amarro-o e obrigo-o a ver o Notebook cinco vezes seguidas, logo à noite?

7 comentários:

Cláudia S. Reis disse...

Isto eu se fosse a ti guardava a vingança para depois e ainda cobrava os juros ;)

Panda disse...

Acho que é mesmo isso que vou fazer. Mas a ideia do Notebook ainda a guardo... :P

homem do leme disse...

Quando era puto senti um zunido perto do ouvido e a seguir pousou qualquer coisa. Fui com a mão a tentar apanhar "a coisa", mas "a coisa" era uma abelha que me ferrou na orelha.
Andei o resto do dia cheio de dores e parece que sentia a orelha do tamanho do pneu de um trator.
Se calhar "ele" tem mesmo razão.
Tens uma colmeia dentro da orelha. Aproveitaram a cera do ouvido para fazerem os favos e agora é só esperar que façam mel. ahahahah

*Nightwish* disse...

Gosto da ideia do Notebook. Depois, daqui a uns tempos, vingas-te de uma forma ainda pior, e dizes, toda piadética: Achavas que aquilo no Notebook era a vingança?! Naaaaa!! Agora é que éééééé! Muahahahah!! *risos maléficos*
Parece-me bem =P
****

Panda disse...

homem do leme, vocês homens unem-se uns aos outros, só pode!

Night, já estou a imaginar o meu momento de glória maléfica... Com as chamas do Inferno ao meu redor e o riso de quem vai dominar o mundo! E imediatamente a seguir, engasgo-me.

homem do leme disse...

Não pode, não. Sou muito homem (do leme eheh) e não quero cá uniões com gajos. Comboios e o catano, são cenas que eu não curto. ahahah

Panda disse...

Ui, essas susceptibilidades... ahahah