7 de abril de 2015

Lembro-me como se fosse hoje

Todas as noites fazia da mesma maneira: acendia a luzinha do telemóvel, verificava o sítio exacto onde se encontrava a porta do meu quarto, desligava a luzinha, caminhava até à porta e, por fim, acendia a luz e dirigia-me até à casa-de-banho, prosseguindo com a minha vidinha e voltando para a cama feliz e contente. Naquela noite fatídica, algo correu mal. Talvez tenha sido um passo mais para o lado ou uma distância mal calculada. Acendi a luzinha, verifiquei onde ficava a porta, levantei-me e caminhei, confiante. Dei com as ventas em cheio na parede. A porta estava uns centímetros mais à esquerda. Abracei o meu novo destino - não ir à casa-de-banho durante a noite.

10 comentários:

Carol M disse...

Ahahahahah muiiiiiito bom!

Panda disse...

Só gozas comigo, pá!

TimTim disse...

pois bem, antes de ires para a cama nada de ingerir líquidos

Panda disse...

Tem que ser :P

FME disse...

Lol pq não levar a luzinha contigo? Ou colocar um candeeiro na mesinha de cabeceira?!

Nisso das idas nocturnas a casa de banho o mais chato que me aconteceu foi encostar-me à parede entanto despejava e adormecer.

Panda disse...

Ahahahah, eu levo a luzinha comigo :P

FME disse...

http://3.bp.blogspot.com/-NroXJL5QzlE/VSPfvUPNAYI/AAAAAAAAJK4/fRpYVIe8SKI/s1600/04a8a6b7a872cc031ccb26b313d65ca5.jpg

Ideal para ti

Panda disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH muito bom! Obrigada, FME :D

FME disse...

;)

Panda disse...

:)